BEDA #13: Resenha É do babado por Evelyn Regly

Oi pessoal, tudo bem? Imaginem um casal simpático, extrovertido, carismático, e com brilho nos olhos, imaginaram? Sabe aquela pessoa tão alto astral que você quer ficar do lado dela o tempo todo? Pois é, assim é a Evelyn Regly e o Diego. Semana retrasada houve tarde de autógrafos lá em Curitiba, fiquei sabendo quase no último momento, mesmo assim consegui me organizar para ir (era meu sonho conhecê-la desde o ano passado).

Foram distribuídas quase 500 senhas e pensei que não fosse chegar a minha vez, felizmente deu tudo certo \o/ Comprei livro É do babado, li bem rapidinho, e como me pediram aqui está minha resenha/opinião. Confesso que foi um dos dias mais felizes da minha vida, não imaginava que a Evelyn era tão carinhosa, amorosa e simpática com cada pessoa, é uma vaquinha muito linda 🙂

edobabado4

Quando conhecemos alguma celebridade ou pessoa famosa pela internet a primeira reação é imaginar que a vida dela é perfeita, que não tem problemas e que ela é feliz 100% do tempo. Confesso que muitas vezes pensei assim também, quando imaginava a vida da Sandy (amo as músicas dela desde criança), a vida da Selena Gomez (vocês não imaginam o quanto sou fã), até de algumas youtubers como a Evelyn Regly (já comentei aqui no blog que acompanho o trabalho dela faz bastante tempo).

edobabado

No entanto quando conhecemos essas pessoas de verdade descobrimos que elas são “gente como a gente” e muitas vezes passam ou tiveram problemas bem semelhantes aos nossos. Apesar de assistir os vídeos da Evelyn a bastante tempo confesso que sabia pouca coisa sobre a vida dela pois os vídeos que mais vi foram os Babados da vida. Porém quando comprei o livro dela e comecei a ler fiquei impressionada com a trajetória de vida e todas as dificuldades pelas quais ela passou.

Eu não tive muitos namorados (só três na verdade) e por bênção de Deus mesmo que os dois primeiros tenham terminado não tenho muito o que reclamar pois o motivo foi falta de maturidade. Mas quando vemos alguém que conhecemos num relacionamento abusivo, que faz sofrer, que menospreza por ser mulher, que acredita que por ser “sexo frágil” está no relacionamento pra servir, é simplesmente de apertar o coração, ainda mais se essa mulher não tem “coragem” de pegar suas coisas e ir embora de casa, pois muitas vezes não tem emprego, não tem estrutura, ou então tem filhos e se sente obrigada a continuar nessa situação por causa deles.

edobabado2

Conforme conta no livro, a Evelyn viveu um relacionamento assim durante quatro anos, onde não havia companheirismo, amor, compreensão, e o mais importante para que uma relação dê certo: respeito. Ela sofria calada, tinha receio de contar aos pais o que acontecia e não passava pela cabeça abandonar tudo aquilo, pois não saberia o que fazer depois.

A mulher enquanto mulher precisa compreender que é capaz sim de trabalhar fora, ter uma carreira, cuidar dos filhos, da casa, da sua saúde, tudo isso sem depender exclusivamente de ter um homem ao seu lado. Relacionamento sadio é aquele em que ambos sabem viver sozinho, no entanto escolheram alguém para amar e dividir a vida.

edobabado3

Um namoro, um casamento, ou até mesmo uma amizade precisa ser algo benéfico para as duas pessoas, ambas precisam se sentir seguras para compartilhar seus pensamentos, seus medos, seus sonhos, seus planos para o futuro, sem receio que o outro o menospreze por isso.

No decorrer do livro percebemos o quanto ela nos incentiva a melhorar nossa autoestima, a ter segurança em nós mesmas, a lutar pelo que queremos e não esperar que tudo caia do céu como um milagre.

Quem a vê feliz hoje não imagina o quanto ela já sofreu, quantos obstáculos ultrapassou, os sacrifícios que precisou fazer desde que decidiu sair de casa pela primeira vez para se casar (aliás ela só se casou porque queria sair de casa e ser livre).

“Seja mais ligada em você mesma do que nos carinhas por quem você se apaixonou.”

edobabado1

É preciso erguer a cabeça, olhar pra frente e sentir lá no íntimo que somos capazes de chegar onde quisermos, e que o único obstáculo somos nós mesmas, quando pensamos de forma negativa e achamos que nada vai dar certo. Pelo contrário, devemos ter pensamento positivo, escrever num papel onde queremos chegar, o que queremos alcançar e começar a lutar por isso, se não fizermos isso, ninguém fará por nós.

Durante o evento no início do mês quando conversei com a Evelyn ela me disse que sentia insegurança ao lançar seu livro pois não sabia como seria receptividade das pessoas, no entanto no decorrer das páginas, conforme você vai lendo, vai sentindo uma força interior tão grande, que é impossível pensar que o livro poderia não ter sido publicado.

Acredito que muitas mulheres precisam ler pelo menos um capítulo e sentir a coragem necessária para mudar de vida e ser mais feliz, afinal esse é nosso objetivo enquanto pessoas concordam?

“Tenha coragem de se olhar no espelho e ver se a relação que está vivendo é uma mentira ou é algo realmente bom. Pense se esse relacionamento faz mais mal do que bem a você.”

edobabado5

Ela menciona o empoderamento feminino como uma atitude sadia, de forma que as mulheres sintam liberdade em pensar diferente, em tomar as decisões que acham corretas, e não ter receio de sofrer represálias. Acredito que esse é o maior gesto de liberdade, poder ser quem nós quisermos sem ter medo do que outros irão pensar de nós.

Antes de comprar o livro cheguei a pensar “será só mais um livro de youtuber” (afinal virou modinha né), mas me surpreendi, pois ele é infinitamente rico em experiências, em conselhos, muitas vezes parecia que a Evelyn estava do meu lado conversando comigo. O livro é curtinho, consegui ler em três dias, eu já admirava a Evelyn como youtuber, depois de conhecê-la pessoalmente admiro como ser humano e sei que tudo o que ela conseguiu realmente foi por esforço e dedicação.

Não somente a Evelyn, mas o Diego são duas pessoas que vou levar por um bom tempo no meu coração, foi um imenso prazer conhecer vocês pessoalmente e perceber que a simpatia, carisma, e carinho com as pessoas vai além do virtual.

“É absurdo pensar que, em tempos como o que estamos vivendo, com tanta informação, tantos meios para que possamos aprender umas com as outras, ainda assim temos tantas mulheres que ficam encurraladas em situações desesperadoras (digo isso porque já fui dessas). Parece que não existe saída alguma para aquele verdadeiro horror que estamos vivendo.”

Parabéns pelo livro Evelyn Regly!

Gente peço desculpas pelos posts enormes, mas ultimamente tenho estado muito inspirada haha Alguém já leu o livro? Gostou? O que vocês pensam sobre o empoderamento feminino? Deixe seu comentário 🙂

Beijos,
Érika

Me acompanhe também nas outras redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

13626531_1060054690716643_4508728657203943681_n

Você pode gostar ♥
Loading Facebook Comments ...

Deixe um comentário