Château Lacave
20 de fevereiro de 2019

Oi pessoal, como vocês estão? Muito feliz por compartilhar tantas dicas de viagem aqui no blog. Para quem aprecia bons vinhos um passeio imperdível em Caxias do Sul são as vinícolas. O Château Lacave em especial proporciona um tour inesquecível pelo castelo com direito a degustação e muita história.

O Castelo Lacave localizado na cidade de Caxias do Sul é uma construção medieval que levou 10 anos para ser finalizada. As primeiras pedras começaram a ser erguidas em 1968. O projeto foi idealizado pelo uruguaio Juan Carrau. O Castelo é réplica de um mosteiro espanhol do século XI o que causa deslumbramento à primeira vista.

Château Lacave

O Château Lacave foi adquirido em 2001 pela família Basso que investiu no turismo e gastronomia. A propriedade hoje conta com restaurante e o próprio Castelo que se tornou importante ponto turístico da cidade.

Quem me conhece a mais tempo sabe do meu fascínio por castelos e quando meu namorado quis ir à Caxias do Sul conhecer as vinícolas unimos os dois objetivos (vinhos + castelo = ♡). Sem palavras para descrever a sensação de ver um castelo pela primeira vez.

Espero conseguir traduzir em simples palavras toda a minha experiência.

Château Lacave

O Castelo

O que dizer do Castelo? O Lacave está em meio a natureza, um lugar cheio de árvores, tranquilo e simplesmente incrível para fotografar e passar algumas horas. É possível comprar o ingresso e fazer o passeio guiado onde é explicada a história do Lacave desde sua construção.

Iniciamos a visita pelo hall de entrada onde tem um trono e armaduras de soldados. Desde a entrada já sentimos o clima medieval. Se você assim como eu gosta de contos de fadas, príncipes e castelos vai se sentir numa cena de Reign, Game of thrones ou Isabel.

Depois de passar pelo corredor chegamos ao salão das bandeiras. O primeiro pensamento que veio à mente foi aqueles bailes dos romances de época estilo Jane Austen. Lembram daquela cena em que Lizzy chama Mr. Darcy para dançar? Fechei os olhos e consegui ver todos dançando. É nesse mesmo salão que são realizados casamentos e eventos. Eles fazem locação do espaço. Já imaginou casar num castelo? Sonho de princesa ♡

Château Lacave

Conforme avançamos chegamos às “salas” onde eram armazenados os vinhos na época de produção a muitos anos atrás. É interessante pensar que o vinho ocupava tanto espaço e saia por torneira a qual enchia as garrafas para serem vendidas. A guia explicou que ao trocar o tipo de vinho era preciso limpar toda a sala, pintar as paredes e só então encher com outro vinho (ex: vinho rosê <-> vinho branco ou vice-versa).

Na parte subterrânea tem algumas salas com grades que lembram a prisão. Lembram em Outlander quando o Jamie foi preso pelo Black Jack? Pois é, daquele jeito. Se não fossem as lâmpadas dos corredores precisaria de tochas igual na série.

Château Lacave

Ainda na parte subterrânea tem outro trono com armaduras e coroas para os visitantes fotografarem. É possível sentar no trono usando a coroa e ser defendido pelos guardas. Sério, muito cena de filme concordam?

Há também “estantes” onde são deixadas algumas garrafas mostrando como era o processo quando o Castelo produzia seus próprios vinhos décadas atrás. Tudo pode ser fotografado porém se a visita tem muitos turistas precisa ser rápido. Sorte nossa que tinham poucas pessoas com a gente 🙂

Château Lacave

A degustação

Essa parte foi uma surpresa e posso dizer que AMEI. Primeiro por experimentar vinhos tão diferentes uns dos outros, segundo pelo ambiente ser uma taberna. Confesso que consegui ouvir ao fundo aquela música de gaita de fole de Outlander. Imaginei o lugar com várias mesas, cheio de pessoas bebendo e organizando as próximas lutas. Bem estilo Vicking haha

De acordo com a guia o número de degustações aumenta conforme o tamanho do grupo. Então quanto maior mais chances de experimentar vinhos diferentes. Nós experimentamos o rosé merlot, branco suave, branco seco (moscato), tinto seco (cabernet sauvignon), tinto suave (merlot), e o espumante moscatel.

É claro que depois de experimentar tantas opções trouxemos alguns pra casa. Um dos meus favoritos foi o rosê ele é meio docinho e mais fraco se comparado ao tinto suave. Além dos vinhos, na lojinha do Castelo encontramos produtos de beleza como creme para o corpo, para as mãos, para o rosto, e o mais interessante todos feitos com uvas da região. São tão perfumados. Tem algumas amostras para experimentar.

Château Lacave

O restaurante

Depois de fazer todo o passeio, fotografar e conhecer a propriedade você pode almoçar ou jantar no restaurante. São oferecidos diversos pratos como saladas, carnes, massas e o mais legal é possível conhecer/experimentar a carta de vinhos Lacave além é claro de comprar e levar pra casa o que mais gostar.

Depois de toda essa experiência indescritível senti falta apenas de ver uma vinícola em produção. O foco do Château Lacave hoje é turismo e gastronomia então não tem plantação de uvas somente comercialização de vinhos produzidos em outros locais.

Château Lacave

Horários do Château Lacave

Terça a Sábado – 09:00 às 19:00
Domingo – 10:00 às 15:00
Ingresso – R$ 16,00
Visitas guiadas de hora em hora, com duração média de 40min, com degustação inclusa.

Château Lacave

Mais informações

Château Lacave
Rodovia BR 116, Km 143, s/n
Caxias do Sul – RS
restaurante@lacave.com.br

Château Lacave

Bom gente esse foi o post hoje. Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre o Château Lacave e já pensem em incluir Caxias do Sul no roteiro de vocês. E já sabem, se quiserem um lugar para se hospedar uma opção é o Bela Vista Parque Hotel.

Já conheceram um castelo pessoalmente? Qual foi a sensação? Compartilha com a gente sua experiência 🙂

Leia também: O que fazer em Torres – RS

Até o próximo post, Érika ♡

Nos acompanhe nas redes sociais:
Facebook ♡ Instagram ♡ Twitter ♡ Pinterest ♡ G+

Erika Monteiro
Post escrito por Erika Monteiro

Descobri desde cedo quão incrível é o universo dos filmes, séries, livros e todo esse mundinho geek. Criei esse espaço para compartilhar experiências e trocar ideias.
Loading Facebook Comments ...

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Avatar

    Ana Catarina

    12 de março de 2019

    Olá Érika!
    Gostei imenso do que vi… Acho que até hoje ainda não visitei nenhum castelo… Mas parece-me tudo tão interessante 🙂
    Beijinhos :*

    http://tudosoblinhas.blogspot.com

  2. Avatar

    Rê Borges

    25 de fevereiro de 2019

    Oi Érika!
    Que sonho que deve ter sido essa visita, não apenas pelo Castelo, mas pela experiência que conseguiram trazer durante a visitação.
    Confesso que também sonho em conhecer um Castelo ao vivo algum dia e é muito bom ver que ainda dá para agregar com uma degustação de vinhos.
    Acho que eu também faria a visita pensando em Jane Austen e nos meus seriados e filmes favoritos, impossível não se ver nesse meio e imaginar como era a vida naquela época!
    Amei demais o post!
    xoxo

  3. Avatar

    Luciano Almeida Starling Lopes

    24 de fevereiro de 2019

    Oi!
    Que lugar fascinante!! Eu, como um grande amante de fantasia, fiquei babando nas fotos do castelo. Daria tudo pra dançar e beber numa taverna bem medieval e ainda por cima poder tirar fotos no trono. Ademais, parabéns pela postagem, me deixou com água na boca (principalmente pelos vinhos).
    Abraços,
    Luciano | Literalize-se

  4. Avatar

    Luana Souza

    22 de fevereiro de 2019

    Nossa, Érika, que experiência imersiva! Imagina só um castelo aqui no Brasil, no meu da floresta *-* as flâmulas, as bebidas… daqui a pouco a gente vê cavaleiros andando por aí hehe. Amei ver as suas fotos e saber um pouquinho da história desse lugar fantástico. Já tenho uma nova coisa no país que não vou sossegar até conhecer!

  5. Avatar

    Rebeca

    22 de fevereiro de 2019

    Oiee!! Olha que chique isso, nem precisa ir pra Europa pra conhecer vinícula e castelo??! Adorei. Realmente achei que o castelo e toda a estrutura combina com Outlander HAHAHAA, ri alto quando cheguei nessa parte do post porque eu tava pensando isso. 😉 Eu também me surpreendi com o valor da visita guiada, achei supe justo. Bem legal teu post Erika. Beijo *-*