13 de novembro de 2020

E aí gente, como vocês estão? Animados para o final do ano? Essa semana pensei em montar a árvore de Natal mas ficou somente na vontade haha Hoje vim bater um papo sobre minha última leitura: Síndrome da impostora da Rafa Brites. Livro recebido em parceria com a Editora Planeta.

Se eu contar que li o livro em 1 dia vocês acreditam? Pois é. A linguagem da autora é tão fluida, leve, quando percebi já tinha terminado. Confesso que peguei o livro sem noção do que esperar. Uma das poucas leituras sem ver a sinopse.

Síndrome da Impostora

Alguma vez você pensou não ser boa o suficiente? Seja como esposa, mãe, profissional, amiga? Alguma vez pensou que no mundo há milhares de pessoas melhores do que você e por esse motivo acabou se sabotando? Se diminuindo? Duvidando da sua capacidade? São esses questionamentos que norteiam Síndrome da impostora.

Acompanhamos a Rafa desde antes de entrar na faculdade. Passar no vestibular, conseguir um estágio mega concorrido, uma promoção, um novo emprego, ela sempre pensava que não era boa o suficiente e que tinha contado com a “sorte”. Tinha receio de que um dia as pessoas à sua volta descobrissem que era “mais uma” na multidão.

Sobre nos comparar com os outros

No decorrer do livro a Rafa nos mostra várias situações. Interessante perceber que passei por muitas delas e não tinha prestado atenção. Como por exemplo, me comparar com alguém. Sempre achando que sou inferior. Isso com o tempo traz frustração. Aquela comparação quando vemos o sucesso de alguém.

Ela explica ainda que geralmente focamos naquilo que não temos ao invés de usarmos os recursos que dispomos. Sabe aquelas desculpas que usamos para não alcançar determinado objetivo? Não temos aqueles produtos de maquiagem, não temos aquela câmera fotográfica, não moramos naquela cidade, não falamos aquele idioma, etc. Bem isso.

Outra questão interessante e que me despertou curiosidade foi ela mostrar mulheres como Emma Watson, Jennifer Lopez, Katie Winslet, que mesmo com uma carreira de sucesso não se sentem boas o suficiente. Conseguem acreditar nisso? Quem já assistiu Harry Potter e a pedra filosofal percebe o quão talentosa é a “Hermione” não é mesmo? 🙂

Quem também assistiu Titanic e sabe os milhares de prêmios que o filme ganhou também percebe que “Rose” foi incrível. Ou quem viu Brilho eterno de uma mente sem lembranças. A atriz tem muito talento. Mas como a autora diz, perceber que somos boas naquilo que fazemos é um sentimento que precisa vir de dentro.

Quote mais marcante!

“Por não acreditar em si mesma, você não divide com os outros o que tem de melhor. Isso não deixa de ser uma espécie de avareza. Você está privando o mundo das suas qualidades. Você pode melhorar a vida de muita gente com o que sabe fazer. Mas essas pessoas jamais vão ter acesso a isso se você trancar essas habilidades por achar que não é boa o suficiente.”

Li esse quote umas 5/6 vezes. Nunca imaginei que minha insegurança por não ser tão boa, ou por não me sentir bem preparada para algo pudesse soar como egoísmo. Ainda mais virginiana como sou. Sempre acreditei que é preciso estudar, se dedicar, se preparar, para dar o nosso melhor. Concordam?

Um exercício bem legal que a autora trouxe foi se imaginar num grande teatro. Com pessoas conhecidas, familiares, e desconhecidos. E ao abrir as cortinas o que mostraríamos ao grande público? Confesso que meu único pensamento foi sair correndo haha Por que? O que EU (euzinha Érika) teria de bom para mostrar àquelas pessoas? Coincidência ou não é assim que penso algumas vezes na vida real.

Mas é um processo. Estamos em constante evolução concordam? Já andei colocando algumas lições em prática. Mudar a si mesmo é uma verdadeira jornada. Já pensaram nisso?

Agora me contem, conhecem a Rafa Brites? Sabiam que ela tinha escrito Síndrome da Impostora? Já se sentiram “impostora” alguma vez? Deixe seu comentário 😉

Até o próximo post, Érika ♡

Nos acompanhe nas redes sociais
Facebook ♡ Instagram ♡ Twitter ♡ Pinterest

Erika Monteiro
Post escrito por Erika Monteiro

Descobri desde cedo quão incrível é o universo dos filmes, séries, livros e todo esse mundinho geek. Criei esse espaço para compartilhar experiências e trocar ideias.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Avatar

    Emerson

    19 de novembro de 2020

    Me interessei pela leitura. Parabéns pela resenha.

  2. Avatar

    Mulher Virtuosa By Vany

    16 de novembro de 2020

    Gosto de livros que nos edificam, nos ajudam a ser pessoas melhores e nos levam a refletir. Você leu em um dia com certeza deve ser uma leitura ótima! Obrigada pela dica.

  3. Avatar

    Ingrid

    16 de novembro de 2020

    Já fiquei curiosa para ler esse livro. Adorei a sua resenha!

  4. Avatar

    Renata Mendes

    15 de novembro de 2020

    Aqui em casa já montamos a árvore de Natal, adoro haha! Eu já ouvi falar nesse livro e tenho muita vontade de ler. Eu concordo plenamente com muitos pontos de vistas do livro, principalmente em como a gente sempre foca no que não temos ou não podemos. Eu fiquei bem reflexiva com suas palavras finais, mas estamos juntas, procurando evoluir e aprender a cada dia mais.

  5. Avatar

    Identifica-te

    15 de novembro de 2020

    Este livro deixa uma questão no ar ainda estou a interiorizar esta matéria que o livro nos mostra, mas é tão bom quando um livro nos deixa louca no bom sentido que não paramos de ler, quero muito ler.
    E quanto a questão eu que dentro de mim há uma impostura bem todos nós temos um pouquinho desta impostora.

  6. Avatar

    KARINA VALESKA PADILHA ALVES

    14 de novembro de 2020

    Olá Erika!
    Esse livro de Rafa Brites deve ser muito bom para você ter lido ele em um só dia deve ser maravilhoso, lendo sua resenha eu me deparo comigo mesmo, e me deparo com minha vida de muita insegurança e achar q eu nao sou boa o suficiente para inumeras coisas, acho que todos nós nos cobramos demais, ate mesmo pessoas como Emma Watson e Jennifer Lopez e a Rafa Brites temos que nos cobrar menos e viver um dia de cada vez e ir a luta, pois podemos ser o que quisermos ser, basta ter fé em nós mesmo! Adorei a resenha! Bjs e sucesso!

  7. Avatar

    Cris

    14 de novembro de 2020

    Nada melhor que uma leitura que nos faz viajar que lemos e nem sentimos, uma amiga me indicou este livro,porém não tive oportunidade de ler ainda.

  8. Avatar

    Márcia schorn

    14 de novembro de 2020

    Já pensei sim em não ser boa o suficiente , mais talvez as pessoas exigem de nós oque eles mesmo não fazem por si . Achei a dica bem interessante ,já quero ler a síndrome da impostora.

  9. Avatar

    JOANA DARC

    14 de novembro de 2020

    Oi! Eu adorei a sugestão de livro é bem interessante 🙂 já quero ler…

  10. Avatar

    Lucimar da Silva Moreira

    14 de novembro de 2020

    É maravilhoso quando lemos um bom livro e o livro nos proporciona uma deliciosa leitura, achei bastante interessante esse livro, principalmente pelos questionamentos do livro, fiquei bastante curiosa pelo livro, bjs.