14 de maio de 2021

Oi gente, tudo bem? Quem nos acompanha pelo instagram sabe o quanto estava ansiosa pela estreia de A mulher na janela adaptação do livro homônimo de A. J. Finn. O filme chegou hoje ao Netflix assisti num piscar de olhos. Então vim contar tudinho sobre a minha experiência!

Quando li o livro lembro que estava bem curiosa devido aos muitos elogios que encontrei pela internet. Duas coisas me chamaram atenção naquela época primeiro o livro estar em primeiro lugar no The New York Times, segundo porque a protagonista “cuidava” da vida dos vizinhos? Isso me deixou muito intrigada.

Eu ficava pensando “mas ela não faz nada o dia inteiro?” haha Não lava louça, não toma banho, não arruma a casa, não trabalha? Então recebi o livro da Editora Arqueiro, parceira do blog. Foi uma das melhores leituras de 2019. Me chamou atenção a maneira como o autor dividiu os “capítulos”, isso tornou a leitura bem mais fluida.

A mulher na janela

❝Às vezes tenho a impressão de que estou afundando no meu próprio cérebro.❞

A mulher na janela – o livro

O que fazer quando ninguém acredita em você? Quando as pessoas pensam que você é louca e teve alucinações? O que faria se supostamente visse um assassinato? Ligaria para a polícia? Correria para ajudar? Anna Fox pensou em tudo isso a questão é que ela não sai de casa. Nunca! Para nada!

Ela passa dias a fio observando seus vizinhos que moram em volta de um parque no bairro do Harlem em New York. Anna tem alguns hobbies peculiares como passar o dia tomando vinhos (os conhece como ninguém), jogar xadrez online, ajudar pessoas que sofrem de agorafobia, e observar os vizinhos com sua câmera. Essa é sua rotina.

Seus dias ficam mais interessantes quando os Russels se mudam para a casa da frente. Uma família aparentemente perfeita. O casal tem um filho adolescente. Logo ele se torna amigo de Anna e começa a frequentar sua casa.

A mulher na janela

Num dia após beber várias taças de vinho e misturar com remédios enquanto Anna observa seus vizinhos vê Jane Russel sendo esfaqueada e cair no chão. Ela se desespera e tenta sair de casa para ajudá-la porém seus medos não permitem e ela desmaia próximo à sua casa. É levada para o hospital e questionada pela polícia. Então conta o que supostamente viu. Detalhe não há corpo. Jane Russel está viva. Então quem é a mulher que Anna viu sendo esfaqueada? Cadê o corpo?

Desacreditada pela polícia Anna inicia sua própria investigação. Um triller psicológico que prende atenção do início ao fim. Comparado aos livros Garota Exemplar, A garota no trem e A mulher na cabine 10.

A história traz dois grandes plots (na minha opinião) e isso torna a experiência muito mais eletrizante. Quando Anna Fox conhece Jane Russel pensamos que enfim poderá ter uma amiga porque elas se dão bem desde o “olá”. Após a primeira reviravolta começamos a nos questionar sobre o que realmente pode ter acontecido naquela noite. Jane existe mesmo? Ou foi apenas uma alucinação?

A mulher na janela
A mulher na janela – A adaptação

Sou fã da Amy Adams a bastante tempo. Diria que desde Encantada. Mas creio que assim como eu vocês também assistiram Casa comigo?, Uma noite no museu 2, Grandes olhos, Animais noturnos, Liga da justiça além de participações especiais nas séries That ’70s Show, Charmed, Buffy, Smallville, The West Wing, The Office e muitos outros trabalhos. Seu talento é indiscutível. E quanto A mulher na janela?

Amy Adams

Amy Adams deu vida a Anna Fox. Percebemos a tristeza em seus olhos, seu medo de sair de casa, a falta que a família faz, e o mais nítido o quanto precisa de ajuda. O fato de misturar medicamentos e bebida alcóolica já acende um alerta vermelho. Porém, toda a confusão provocada por essa mistura está melhor trabalhada no livro. Em diversas cenas a atriz simplesmente parece cansada, ou não ter dormido bem. Acredito que tal característica, assim como no livro, poderia ter sido melhor trabalhada, entende?

Gary Oldman

Gary Oldman apesar de um grande ator, ganhador de Oscar e responsável por sucessos como O destino de uma nação, Mank, Mente criminosa, O espaço entre nós, Batman o cavaleiro das trevas e Harry Potter teve uma participação meio apagada. Um papel pequeno se comparado a outras produções. Talvez essa impressão seja decorrente por lembrar que no livro ele é mais presente.

the woman in the window
Fred Hechinger

Quanto ao Ethan Russel (Fred Hechinger) deixou a desejar no quesito atuação, suspense, mistério, além de “presença”. A produção não soube explorar todo o potencial do personagem. Quem leu o livro consegue perceber isso nitidamente. Não me recordo de ter visto o ator em outros trabalhos recentemente então meu julgamento é baseado apenas em A mulher na janela.

A produção selecionou ainda grandes nomes para o elenco como Julianne Moore (Para sempre Alice), Anthony Mackie (Os agentes do destino), Jennifer Jason Leigh (Mulher solteira procura), mas não soube aproveitá-los.

A mulher na janela é ambientado no Harlem. Bairro em Manhattan (New York). Assim como outras características da história foi pouco explorado. Há cenas do livro que poderiam ter sido melhor aproveitadas no filme para melhor percepção do telespectador.

the woman in the window
O final

Foi um dos finais mais rápidos que já assisti. E olha que vejo TV desde criança. De todos os pontos que elenquei ao longo do texto creio que o desfecho (em relação ao livro) deixou a desejar por falta de emoção, adrenalina, e duração. Quem leu vai conseguir identificar o que pontuei.

Como é uma adaptação tiveram algumas mudanças claro mas isso não influenciou no resultado final. Mas agora vem a pergunta vale a pena assistir? Se você é fã da Amy Adams, ou do Gary Oldman, ou gosta de New York como ambientação ok. Vale a pena. Mas se formos comparar com adaptações como Garota Exemplar, A garota no trem, ou O silêncio dos inocentes deixou a desejar. Ainda mais por diversas cenas terem sido regravadas após a Netflix ter adquirido os direitos de exibição.

Se a adaptação tivesse sido gravada desde o início pela Netflix talvez (minha opinião) o resultado fosse outro e nos surpreenderíamos como em O inocente, Sombra e Ossos, Para todos os garotos que já amei e muitas outras. Mas, como disse desde o início, essa foi a minha experiência. A mulher na janela é um triller psicológico incrível. Anna Fox é uma protagonista com muitas camadas porém, tudo isso, poderia ter sido melhor trabalhado na adaptação.

Agora me conta já assistiu? Tem curiosidade em conferir como ficou a adaptação? Quanto ao livro conhece a escrita de A. J. Finn? Deixe seu comentário contando o que achou 🙂

Leia também: Kate Winslet protagoniza nova série da HBO

Até o próximo post, Érika 💛

Nos acompanhe nas redes sociais
Facebook ♡ Instagram ♡ Twitter ♡ Pinterest

Erika Monteiro
Post escrito por Erika Monteiro

Descobri desde cedo quão incrível é o universo dos filmes, séries, livros e todo esse mundinho geek. Criei esse espaço para compartilhar experiências e trocar ideias.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Avatar

    Tamara

    25 de agosto de 2021

    Eu amei esse filme mas não li o livro, lendo sua resenha consegui entender melhor sua decepção. Inclusive não sabia que algumas cenas foram regravadas, isso com certeza prejudicou mesmo então. Para quem não leu o livro, achei o final super envolvente. Fiquei desesperada, ansiosa, nervosa mesmo e isso é o que a gente espera. Mas de fato poderia ter rendido mais. Agora preciso assistir os outros filmes que você citou e que seguem o mesmo estilo. Beijos e parabéns pela resenha.

  2. Avatar

    Gisele

    9 de junho de 2021

    Oi Erika, tudo bem ?
    Eu vi muita gente falando do livro na época, mas confesso que não me chamou muito a atenção.
    Agora lendo a sua resenha eu vi que nem sabia do que se tratava e fiquei bem curiosa, quem será que é a mulher, ou será que realmente aconteceu ?
    A Amy, em minha opinião é uma atriz muito versátil e atua maravilhosamente bem.
    Eu, embora não seja muito o meu estilo de filme, depois de ler sua resenha, fiquei com bastante vontade de assistir.
    Já vou adicionar na minha lista.
    A escrita da autora é muito boa e nos deixa sem ar o livro quase todo. Não li esse, mas li outro.
    Beijos

  3. Avatar

    CRIS

    8 de junho de 2021

    Oi Erika!
    Ouvi muito falar desse livro, mas não tive curiosidade de ler, pois através de
    opiniões falavam que era muito demorado os acontecimentos, acho que ficou na minha cabeça. Pretendo assistir, assim que tiver um tempinho, se gostar com certeza vou ler o livro porque está parado na minha estante. Fiquei intrigada com sua resenha, me deu curiosidade em conhecer a personagem, obrigado pela dica, parabéns pela resenha. Bjs!

  4. Avatar

    Delmara Silva

    7 de junho de 2021

    Olá Erika,
    eu tenho algumas questões no que diz respeito a esta história, a primeira delas é que o enredo me lembra muito “A garota no trem” e a segunda, é que “A garota no trem” mexeu muito comigo, de diversas formas, inclusive negativamente. Na época foi um livro/filme que eu achei até interessante mas que não gostaria de reler. Então tenho esse receio de voltar ao lugar onde estive nessa leitura, e apesar da curiosidade de descobrir se é isso mesmo, ainda não consegui dar uma chance. Mesmo assim, tentei assistir o filme como saiu, mas acabei parando logo nos minutos iniciais, vou tentar novamente em breve. Quanto a Amy, também amo desde encantada. <3

    Abraços!

  5. Avatar

    Ana Caroline Santos

    26 de maio de 2021

    Olá, tudo bem? Acho que até agora não vi uma pessoa falar que realmente gostou da adaptação AHAHAHA não sabia dessas questões técnicas acerca da gravação da adaptação, e talvez esse possa seja um grande fator de muitas pessoas não terem gostado. Uma pena. Mas ainda assim, é válido porque acredito que muitas pessoas possam assistir e depois partir para o livro né? É uma chance. Excelente crítica!
    Beijos

  6. Avatar

    Ivi Campos

    25 de maio de 2021

    Eu fiquei muito frustrada com esse filme, porque amei o livro e estava muito animada para a adaptação, mas achei o filme muito superficial, sem as camadas que o criminoso foi apresentando ao longo da leitura e que não ganhou na tela.

  7. Avatar

    Lucy

    24 de maio de 2021

    Oi, Érica! Ainda não assisti a adaptação! Eu li várias opiniões diferentes, gente que gostou e gente que odiou! rs
    Mas estou curiosa também. Achei interessante a sua resenha, vou levar em consideração e assistir para tirar minhas conclusões.
    Bjs
    Lucy

  8. Avatar

    Julianna Terra

    24 de maio de 2021

    Conheço a atriz Amy Adams e gosto bastante dela, fiquei curiosa para ver como ficou a adaptação, me pareceu muito interessante só de ler aqui na resenha. Beijos 🙂

  9. Avatar

    Minda

    23 de maio de 2021

    Eu tentei assistir, mas acabei dormindo… Mas está nos meus planos ver novamente esse filme, me pareceu bem interessante o pouco que consegui ver!

  10. Avatar

    Luma Vieira

    22 de maio de 2021

    Oi Erika que resenha interessante, assisti este filme recentemente e gostei de ler aqui no seu blog detalhes relacionados a obra. Realmente foi muito angustiante ninguem estar acreditando no que ela falava.

  11. Avatar

    Andrea

    22 de maio de 2021

    Já ouvi falar no livro, mas não li nem assisti ao filme. Achei interessante a comparação com A Garota do Trem, que eu gostei bastante. Normalmente gosto de olhar o filme primeiro e ler o livro depois, senão sempre acabo não gostando do primeiro.

  12. Avatar

    Ana Letícia Ribeiro

    22 de maio de 2021

    Quero muito assistir! A netflix me recomendou, mas até agora não tive tempo.

  13. Avatar

    Lenny

    22 de maio de 2021

    Com certeza vou assistir, adoro um filme de suspense, esse é um suspense psicológico, deve ser tenso e emocionante do inicio ao fim.

  14. Avatar

    Emerson

    19 de maio de 2021

    Quero muito ver esse filme. Fiquei sabendo que o autor do livro tem como admiração Alfred Hitchcook. Será que é verdade?

  15. Avatar

    Patrícia Veludo

    19 de maio de 2021

    Vi ontem o trailer e fiquei super curiosa e com vontade de ver. Depois de ler a sua opinião, já não sei. Mas como não li o livro talvez não seja tão desolador para mim.

  16. Avatar

    Kenia Candido

    19 de maio de 2021

    Oi Erika.

    Eu estou com o livro na meta de leitura e desejo ler antes de assistir o filme. Mas gostei de saber alguns detalhes do filme através da sua opinião. Espero gostar da história porque gosto muito de thriller psicológicos e também foi bom saber que o final é rápido. Parabéns pela crítica. Fiquei mais curiosa para conhecer a história.

    Bjos

  17. Avatar

    Open Kloset By Karina

    19 de maio de 2021

    Olá Querida, Tudo bem?
    Eu assisti esse filme e adorei 🙂
    Beijinhos Karina

  18. Avatar

    PAULA REGINA BORGES

    18 de maio de 2021

    Eu assisti ontem e gostei demais!!!
    Ótima sugestão, acredito que quem assistir irá gostar muito.
    Beijinhos 🙂

  19. Avatar

    Lara Cristina Araújo Kneip

    18 de maio de 2021

    Eu fiquei curiosa em assistir ao filme lendo a sua opinião. Como eu não li o livro não tenho base para comparar, então pode ser uma boa experiência pra mim. Vou colocar aqui na minha lista e assistir em breve. 😀

  20. Avatar

    Cultura Pocket

    17 de maio de 2021

    Oi Érika,
    Eu ainda não li o livro e nem vi o filme, mas vi as várias comemorações sobre o lançamento. Li algumas criticas sobre o filme que você levantou também, a gente acabada querendo mais das adaptações. Mas bom que foi satisfatório e somente o final não ficou como desejado.

  21. Avatar

    Letícia Rodrigues

    17 de maio de 2021

    Ontem depois que li seu post eu fui assistir na coragem e na fé e apesar do medo por ter achado que pra mim seria terror eu gostei e não gostei mesmo com os apesares kkk achei meio arrastado e esperava mais, porém no todo é bom.

  22. Avatar

    Bianca Ribeiro

    17 de maio de 2021

    Oi Érika!!

    Nossa eu li esse livro bem quando ele tava no hype e eu gostei muito dele na época, lembro de ter ficado muito chocada com todos os plots HHAHAHAHAHA
    Eu vi opiniões bem divergentes sobre o filme! Vi pessoas falando que ele banaliza transtornos mentais, que não é lá essas coisas… Mas também vi muita gente falando que o filme é incrivel, eu preciso assistir pra saber HAHAHAHAH mas eu espero gostar! Adorei tua opinião sobre o filme! <3

  23. Avatar

    Valéria

    17 de maio de 2021

    Eu vi um comentário ontem sobre o filme ter sido melhor do que o livro. Socorro kkkkkk agora tô no impasse. De qualquer forma, vou assistir antes. Se gostar muito, vou pro livro. Eu amo Oldman. A ambientação em New York me agrada também. Então, acho que vale a pena arriscar.
    Tschüss 😘

  24. Avatar

    Camille

    17 de maio de 2021

    Eu sou MUITO cadelinha da Amy Adams. Pra mim, ela é incrível. E eu to doida pra assistir essa adaptação por causa dela. Eu vou ver se consigo fazer isso! Adorei suas considerações e, realmente, adaptações raramente chegam aos pés do livro.

  25. Avatar

    Ingrid Raggio

    16 de maio de 2021

    Mulher eu assisti esse filme e adorei. Ele é um filme de suspense muito intenso.

  26. Avatar

    Karina RODRIGUES

    16 de maio de 2021

    Oie, Erika!
    Pois eh, concordo completamente com vc. Tbm estava muito ansiosa pela adaptação por ser um livro que eu gostei bastante e pelo elenco de estrelas. Apesar de toda a confusão com as filmagens e datas de lançamento, eu esperava mais, viu.
    A história foi rápida e mal aproveitada. Não dá pra entender as conversas com o marido, a relação da Anna com o Ethan, com o Nate, com o pai do Ethan… Não conseguiram infelizmente criar os climas de tensão. Tbm achei q não conseguiram passar pra tela toda a rotina da Anna com o vinho e medicamentos…
    Enfim, não eh um filme ruim. É interessante. Porém, pra quem não teve referência da leitura antes. Minha mãe que tbm leu assistiu comigo e compartilha as mesmas opiniões que vc colocou aqui.
    Bjos

  27. Avatar

    a miúda do campo

    16 de maio de 2021

    Olá, tudo bem?
    Ainda não tive a oportunidade de ver, fiquei curiosa embora que ainda conheça o escritor, mas como habitual quando se trata de uma adaptação há sempre diferenças entre o livro e o filme.
    Beijos 🙂

  28. Avatar

    Joana Darc

    16 de maio de 2021

    Oi!
    Eu ainda não assisti, mas adoro thrillers psicológicos são maravilhosos. Gostei da resenha ficou otima! 🙂

  29. Avatar

    Lucimar da Silva Moreira

    14 de maio de 2021

    Erika ainda não assisti, mas lendo a sua resenha, fiquei bastante curiosa, ainda não conheço a escrita do A. J. Finn, mas vou anotar aqui bjs.