29 de novembro de 2021

Nesta aventura inédita, os monstros não estão mais presos nas sombras. E agora, o que será dos protagonistas ? Venha conhecer tudo sobre “Sol e Tormenta” segundo volume da trilogia: “Sombra e Ossos“, de Leigh Bardugo.

Se você ainda não leu a resenha de Sombra e Ossos, eu recomendo ler e voltar depois. Porque essa pode conter alguns spoilers do primeiro livro.

Novos personagens destaque inseridos

Essa tão aguardada continuação, com certeza, traz novos personagens carismáticos, de personalidades interessantes, além de muito desenvolvidos. Por exemplo, um dos príncipes de Ravka: Nikolai Lantsov.  Particularmente, ele é um dos meus personagens preferidos da literatura fantástica contemporânea. Porque gostei bastante de acompanhar o crescimento dele ao longo dos livros. 

A princípio, ele veste o disfarce de Capitão Sturmhond, um corsário contratado por um certo personagem relevante para um serviço  — que não vou revelar aqui para não estragar as surpresas futuras. Já que faz relação ao spin-off “Six Of Crows”.  Sem dúvida, oferece alívio cômico, o jeito sarcástico e debochado dele é marcante, o que rende boas cenas roubadas. Tanto que o maravilhoso Nicolai ganhou um spin-off só dele, a duologia King of Scars. A propósito, a Netflix comprou os direitos. Será que teremos uma possível nova série do Grishaverso, por aí? Enfim, pra mim, ele é a estrela desse livro.

“Eu sou conhecido por ser imune a histórias de infortúnios. Então, a menos que a sua história envolva um cachorro falante, eu não quero escutá-la.”

E sim, está aí, um forte candidato para entrar no triângulo amoroso entre Alina Starkov ( A Conjuradora do Sol), Maly ( O crush, amigo de infância) e o Príncipe de Ravka.  Agora, um encontro inesperado com esse personagem pode mudar a rota dos acontecimentos, durante a fuga eletrizante deles, para escapar da ira do poderoso e temido Darkling. Após ele revelar suas verdadeiras intenções sombrias por sede de vingança e a cobiça pelo controle absoluto do poder da nossa mocinha.

“Tudo que vale a pena ser feito começa com uma má ideia.”

Sol e Tormenta
Cenários bem construídos 

Certamente, juntos Alina e Maly vão viver aventuras inimagináveis ao embarcar em um navio mercante em pleno alto mar, como fugitivos, cercados por batalhas e situações de risco. Inclusive, eu sonho visitar o grande Navio do capitão Sturmhond, para o qual eles pulam e velejam rumo ao próximo destino, presente nesta narrativa excepcional. 

Desde que os mocinhos estão à deriva em terras nada amistosas, eles precisam conseguir aliados para lutar e destruir o Darkling e a Dobra das Sombras, de uma vez por todas. Porém, isso não será uma tarefa nada fácil. Suas escolhas serão difíceis e decisivas, continuar fugindo sem um minuto de paz, ou planejar estratégias, ficar um passo à frente do vilão, guerrear e vencer no final. Talvez, perder com honra, pelo menos. A pergunta que a protagonista faz constantemente: Ainda há esperança para salvar o povo dizimado pelo último feito catastrófico de Darkling? 

Tornou-se algo constante deparar-se com perigos à espreita. A ambientação espetacular  expande nossa visão para seguir esse enredo genial e os plot twists surpreendentes contém diversas reviravoltas incríveis, realmente, de tirar o fôlego.

“O boi sente o jugo, mas será que o pássaro sente o peso de suas asas?”

Protagonista forte 

Apesar de sentir culpa por não perceber nem impedir totalmente os planos obscuros do General Kirigan e ser traída pela amiga, Genya Safin, Alina tenta conciliar a responsabilidade de carregar o fardo de ser praticamente considerada uma Santa, Santa Alina, a única Conjuradora do Sol viva. Todavia, tudo o que ela quer é uma vida normal e tranquila como uma garota comum e sobreviver, para estar perto do seu interesse romântico, Maly.

Alina, passou de órfã desprezada e cartógrafa do Primeiro Exército, composto por humanos, para uma espécie de celebridade aclamada e odiada, na mesma medida. Pois, o povo vê esperança na mensagem transmitida pela profecia antiga sobre o nascimento da portadora da Luz, entretanto os poderes dela estão cada vez mais fortes — o que enfureceu alguns malfeitores.

 O amadurecimento da personagem em comparação ao primeiro volume é notável. Ela precisará confrontar a si mesma e aceitar-se como uma Grisha extremamente poderosa e necessária, mas também uma Grisha que defende o direito de sobrevivência dos humanos. Ao mesmo tempo, entende a longevidade dos Grishas (quem domina a pequena ciência) e preza pela coexistência do restante em harmonia.

Sol e Tormenta
Edição especial da Planeta | Minotauro

Indubitavelmente, essa edição da editora Planeta contém diagramação impecável. Os capítulos breves e organizados dão a sensação de uma leitura fluida. E o capricho nos detalhes cativa todos os leitores. Além disso, a tradução excelente atende todas as expectativas. 

“O medo é um aliado poderoso – ele disse. – E leal.”

Assuntos importantes abordados 

Novamente, vamos ver intrigas políticas. Assim como dramas familiares e críticas sociais relevantes envolvidas. Na minha opinião, essa sequência, permite aprofundar-se no passado de todos os personagens. Mesmo através da perspectiva da personagem principal. Claramente, as descobertas dela, vão despertando a curiosidade e prende o público na história, então achei viciante. Aliás, é possível criar várias teorias mirabolantes.

Evidentemente, a escritora trouxe diálogos sagazes no texto coeso e recheado de metáforas inteligentes e alegorias. Por este motivo, sou completamente arrebatada pela escrita reflexiva e emocionante da autora.

“Quando as pessoas dizem impossível, geralmente querem dizer improvável.”

Romance e mistério na alta fantasia 

Para quem prefere quando há romance irresistível, a autora entrega muito romance, aquele cujo vai sendo construído aos poucos. O clichê gostoso ao estilo friends to lovers. 

Penso que isso acaba influenciando na leveza da narração, levando à emoções à flor da pele.

Tudo isso, repleto de mistérios, segredos ocultos e questões inacabadas.

Conclusão

No meu ponto de vista, Leigh Bardugo escreveu uma continuação tão fenomenal quanto a obra anterior. A meu ver, muito mais até. Este volume possui cenários novos, amplos e expandem os limites das fronteiras territoriais do país ficcional de Ravka e no meio o Não Mar ( popularmente conhecido por Dobra das Sombras), algo visto frequentemente no começo da história. Em vista disso, essa delimitação territorial da jornada de Alina, não acontece em Sol e Tormenta.

Ademais, vale ressaltar a importância deste exemplar para o desfecho da trilogia em “Ruína e Ascensão”. Apreciei a maneira arrebatadora da escritora ao apresentar tantas revelações bombásticas e explicações satisfatórias, das quais agregam todo um sentido atrativo e pertinente para amarrar o que precisa, sem deixar pontas soltas. Apenas o final em aberto para render emoção no enredo a ser explorado a seguir.

Outro lado positivo, são as figuras femininas emancipadas, ou personagens secundárias empoderadas e destacadas nas lendas e nessa trama sensacional, em geral. Todas elas, poderosas, recebem papéis dignos e memoráveis.

Assim, super recomendo. Alguém já leu Sombra e Ossos, Sol e Tormenta ou assistiu a série da Netflix, adaptação de “Shadow and Bone“, Sombra e Ossos na tradução original?

Ficha técnica

Título: Sol e Tormenta: Volume 2 da Trilogia Sombra e Ossos
Autor(a): Leigh Bardugo
Número de páginas: 352 páginas
Gênero: Ficção | Romance | Fantasia
Coleção: Planeta Minotauro
Editora: Planeta
Idioma: Português

Gostou de Sol e Tormenta? Adquira já o seu exemplar. Disponível tanto em formato digital ( e-book) quanto físico lá na Amazon.

Post escrito por Debora Sapphire

Jovem empreendedora e Assessora de Imprensa. Influencer literária. Criadora de Conteúdo. Dona e colunista do blog Arte da Literatura. Certificação Internacional de Cambridge.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Maria Luíza Lelis

    26 de dezembro de 2021

    Oi, tudo bem?
    Eu amei tanto esse livro, foi meu favorito da trilogia. Eu achei que a Alina evoluiu muito nesse volume e gostei muito mais da trama do que no primeiro. E as reviravoltas são incríveis, né? Eu optei por ler a trilogia sem ter lido nenhuma resenha antes, então, evitei spoilers e fiquei completamente chocada com as reviravoltas que a Leigh preparou, especialmente em relação ao Nikolai. Agora preciso só criar ânimo para ler Crooked Kingdom (não gostei de Six of Crows) para ler a duologia do Nikolai <3
    Ler sua resenha me deixou com saudade desse universo e fiquei feliz que gostou tanto da leitura.
    Beijos

  2. CRIS

    21 de dezembro de 2021

    Oi Debora!
    Estou ansiosa para ler essa série, depois que assisti ao filme fiquei curiosa para saber mais da personagem e parece que vem altas aventuras por ai, sua resenha me deu um gás para começar minha leitura, obrigado. Sendo sincera no filme não deu para saber o propósito do enredo, mas vou ler com certeza. Parabéns pela resenha, bjs!

  3. Ingrid Raggio

    16 de dezembro de 2021

    Adorei a sua resenha! Achei bem interessante e fiquei curiosa para ler!

  4. Kenia Candido

    7 de dezembro de 2021

    Oi Debora

    Eu adicionei a trilogia Grisha na minha lista de desejados porque estou lendo várias resenhas positivas da história. Vou tentar conquista o primeiro livro o mais rápido possível. Também não assisti a adaptação porque quero ler pelo menos primeiro livro. Agora os livros da Minotauro estão cada vez mais enchendo meus olhos. Parabéns pela resenha.

    Bjos

  5. Carolina Trigo

    7 de dezembro de 2021

    Oi, Debora!
    Todo mundo que ama fantasia sempre fala muito bem dos livros da Leigh Bardugo, mas acredita que eu nunca tive interesse em ler as histórias dela? Talvez seja porque perdi um pouco de vontade de ler o gênero. Mesmo assim, gosto muito quando existem questões políticas e sociais.
    Uma coisa tenho que comentar: como a edição tá bonita, viu? Os livros da Minotauro são sempre muito bem feitos.
    Ótima resenha!
    Bjss

  6. Gisele

    6 de dezembro de 2021

    Oie, tudo bem Debora ?
    Confesso que tive muito cuidado em ler a resenha com medo de algum spoiler, pois comecei o primeiro livro e parei para terminar alguns compromissos de parceria.
    Estou muito ansiosa para saber como se desenrola e como os protagonistas vão seguir adiante e como será o desenrolar.
    Apesar de tudo eu ainda torço por um date. Estou muito ansiosa e por conta disso penso em até o ano que vem, mudar meu fluxo de parcerias para conseguir ler os livros que desejo.
    Beijos

  7. Leticia Hofmann

    3 de dezembro de 2021

    Comprei esse livro esse ano por causa da série (que eu amei) mas ainda não tive tempo de ler, estou muito ansiosa para saber mais sobre o Darkling principalmente!

  8. Minda

    3 de dezembro de 2021

    Gosto desse tipo de leitura, com certeza está anotado aqui, quero ler esse livro!

  9. Joana Darc

    3 de dezembro de 2021

    Oi! Eu já ouvi falar deste livro 🙂 gostei da temática é bem interessante!!!

  10. Andrea

    2 de dezembro de 2021

    Não conhecia a série de livros, parece bem interessante.

  11. Lucimar da Silva Moreira

    2 de dezembro de 2021

    Que capa linda do livro Sol e Tormenta, esse é daqueles livros que faz o leitor ler profundamente, adoro histórias de mistérios, romance, fiquei com vontade de ler, gostei muito da sua resenha, ainda não li o livro nem assisti a série, mas já quero bjs.