Vida de blogueira: como tudo começou?

Oi gente, tudo bem? Pensei bastante antes de começar a escrever esse post principalmente por se tratar de um assunto que faz parte da minha rotina, do que vivo diariamente. É comum as pessoas pensarem que ser blogueira é fácil. É apenas ter um blog, um ig e ganhar presentinhos. Mas será que é tão fácil mesmo?

Quem está chegando agora e não conhece a mim, o blog, ou nossas redes sociais pode pensar num primeiro momento que todas as parcerias, recebidos e visibilidade que conseguimos ao longo do tempo aconteceu de forma mágica. Mas não foi bem assim.

Para começar sou blogueira raiz. O que isso significa? Que conheci esse universo de blogs lá atrás quando blogueiras como Bruna Vieira, Thássia Naves ainda estavam engatinhando. Ninguém sabia ao certo o que era exatamente ter um blog. Apenas um espaço na internet para compartilhar sua maneira de pensar.

Meu segundo blog Fashion & Bella e os cartões que fiz 🙂
Como tudo começou?

Meu namorado precisava de um blog para a empresa dele. Eu não tinha ideia o que era isso. Então comecei a pesquisar e vi que era “algo parecido” com um site porém sem precisar pagar domínio ou hospedagem (sim nos primórdios usamos blogspot).

Não tinha ideia do que escrever, como fotografar, como divulgar, tudo era tão novo. Confesso que no início de tudo eu “pegava” conteúdo da internet e postava no nosso “blog”. Era sobre lanchonetes e restaurantes. Uma memória que nunca esqueço é das imagens que usava, todas desproporcionais, “esticadas” e sem preocupação com direitos autorais (vergonha não? haha).

Foi nessa época que conheci a Thássia, Lala Rudge, Lalá Noleto e todo esse grupinho. Achava incrível ser reconhecida por ter blog, ter seguidores, comentários, post de recebidos, de alguma forma queria fazer parte desse mundo. Como fazer parte daquilo? Não sabia!

Primeiro porque tinha um trabalho das 8:00 às 18:00. Era quase impossível criar conteúdo somente à noite. Não tinha câmera fotográfica ainda (por isso usava fotos do Google). Não sabia o que era um post, qual era a estrutura, SEO nem pensar, e pior onde divulgar?

Fotos de como mostrava “unhas da semana”
Layouts, templates e parcerias…

Me mudei de cidade, comecei um novo trabalho e isso acabou ficando de lado. Mas sabe do que sentia falta? De escolher templates haha Sério! Eu adorava experimentar aqueles templates gratuitos disponibilizados principalmente pela Evelyn Regly. 0 preocupação com identidade visual. Lembro que as vezes trocava de layout uma três vezes no mês porque não ficava contente com o anterior.

Depois desse “blog” sobre lanchonetes tive um mais geral onde falava sobre cabelo, unhas, e produtos de beleza. Nessa época tive várias parcerias. A que mais lembro é a Top Beauty marca de esmaltes conhecem? Porém senti que não gostava tanto de escrever sobre aquilo. Não era 100% é a Érika entendem?

Foi aí que criei meu antigo blog Quero ser Alice. Fiquei bem conhecida nessa época. Grande parte das amizades que tenho hoje são pessoas que conheci naquela época. Mudei o foco do blog para literário. Foi quando comecei ter parceria com editoras, participar de eventos literários e aumentar o leque de amizades.

Por fim achei esse nome um tanto infantil e não transmitia mais minha essência. Novamente busquei minha identidade, o que queria e qual era meu propósito. Foi assim que surgiu o Coruja Geek. Nesse post conto um pouquinho de onde surgiu esse nome.

Como editava fotos logo no início (posso me esconder? haha)
Nos dias de hoje…

De acordo com algumas empresas e número de seguidores sou considerada uma microinfluenciadora. O que é isso? Alguém que cria conteúdo usando suas redes sociais. Hoje as plataformas que tenho mais acesso são o blog, o instagram e o pinterest.

Aprendi muito ao longo desses anos. O sucesso, visibilidade, e reconhecimento não surgem do nada. É preciso muito, muito, muito trabalho. Saber escrever, fotografar, editar, não ter hora para trabalhar. Por que? Porque TUDO pode virar conteúdo. Uma ida à lanchonete, ao teatro, ao cinema, uma viagem, um livro, uma série, um término de relacionamento, superação de problemas, enfim, sempre terá alguém que compartilha do mesmo momento que você.

É preciso ter disposição, entrega e boa vontade para fazer a diferença na vida das pessoas. Não é apenas criar conteúdo, é criar BOM CONTEÚDO! E isso envolve dedicação e muitas pessoas não estão dispostas a abrir mão da sua rotina tranquila para ser uma pessoa pública.

Home Office
Edição de foto atual =)

Outras acreditam que a vida é mais fácil prestando concurso, tendo um trabalho estável, saindo de férias uma vez no ano e aproveitando a companhia da família. Está tudo bem quem pensa assim. O importante é encontrar nosso lugar no mundo. Se você quer ser um concurseiro a Nova Concursos tem várias apostilas para os mais diversos concursos. Inclusive concurso IBGE.

Ainda é possível encontrar apostilas para o concurso da Prefeitura de Campinas, do Tribunal de Justiça do CE, do INSS, além de livros, mapas mentais, combos e cursos online. Acompanhe pelas redes sociais facebook, twitter, instagram e Youtube.

E você, é criador de conteúdo? É influenciador? O que pensa sobre essa área? Percebeu sua evolução desde que começou o blog, canal ou produção de conteúdo nas redes sociais? O que mais sentiu diferença? Compartilhe sua experiência com a gente 🙂

Leia também: As vezes é preciso um tempo para cuidar de nós

Até o próximo post, Érika ♡

Nos acompanhe nas redes sociais:
Facebook ♡ Instagram ♡ Twitter ♡ Pinterest

Deixe um comentário

30 Comments

  1. Avatar
    Garoto de Outro Planeta 01/10/2019 at 01:29

    Que delícia de post! Adoro entrar no seu blog porque ele é tão bem feito, dá pra ver que você é veterana kk.
    Adorei conhecer um pouco da sua história. Sou meio novo nesse mundo de blogueiro. Quando eu era adolescente eu cheguei a ter alguns blogs na internet, mas era brincando não levava a sério. Exclui e acabei criando meu blog atual no final do ano passado.

    Muito bonito seu escritório também, beijos :3

  2. Avatar
    Flannery Culp 23/08/2019 at 14:20

    Muito legal saber como você começou, isso inspira muita gente.
    Eu amo ter um blog, adoro tudo isso, mas minha vida foi de concurseira e hoje tenho um emprego estável e uma vida de blogueira, ambas adoradas por minha pessoa.

  3. Avatar
    Sol Linda Morenah 23/08/2019 at 14:18

    Te acompanho a muito tempo e me lembro bem do seu primeiro layout que na verdade o nosso primeiro a gente nunca esquece né? (risos)
    Realmente a gente aprende mesmo com tudo que na verdade serve para nós como amadurecimento!
    Bjo 🙂

  4. Avatar
    Jacqueline F-Gomes 23/08/2019 at 14:17

    Oi,tudo bem ?

    Nossa muito bom achar um post assim, super concordo e amo demais mexer no blog, assim como amo os livros que leio.

  5. Avatar
    Luara Melchor 23/08/2019 at 14:16

    Super me identifico! Essa semana completo 2 anos de blog e eu me sinto nas nuvens! Não vou mentir dizendo que é fácil, já que muitas vezes até penso em desistir. Mas sabe quando algo se torna parte da sua vida de uma maneira tão profunda que nem faz mais sentido viver sem? então! Sucessoooo

  6. Avatar
    Karina Rodrigues 23/08/2019 at 14:15

    Que legal o seu post e o seu começo. Adorei saber um pouco mais da sua trajetória e de como eram as coisas no tempo raiz! Tão diferente de agora. Realmente, ninguém tem ideia do trabalho que dá ser blogueira, que não é apenas uma brincadeira divertida.

    Sucesso!

  7. Avatar
    Relatos de um garoto de outro planeta 23/08/2019 at 14:14

    Adorei o post. Sou novo na blogosfera e é muito legal ver as histórias das pessoas que já trabalham com isso há mais tempo que eu.

  8. Avatar
    Luana Viana Gomes 23/08/2019 at 14:13

    Que post super legal ! ADOREI conhecer suas raízes, e como você evoluiu com o tempo. Eu tenho quase certeza que eu costumava visitar o Fashion &Bella – quando vi o layout várias luzinhas se acenderam na minha cabeça.
    Eu ainda estou aprendendo sobre blogs, e confesso que desanima as vezes. Gostei muito de ler sei texto e poder me inspirar nele.

  9. Avatar
    Alice Martins 23/08/2019 at 14:11

    Oi Érika, tudo bem?

    Adorei acompanhar sua evolução dentro da plataforma, isto é muito bacana e nos mostra como é esse começo para diferentes pessoas. Acho que sempre vamos perceber nossa evolução e é importante que ela exista, ou não seríamos nada sem ela. Seu blog e insta me inspiram demais, principalmente suas fotos. Você arrasa!

    Beijos!

  10. Avatar
    Tita GoldandBeauty 23/08/2019 at 14:10

    Foi bom conhecer o seu percurso e sua partilha é particularmente preciosa para quem queira começar, pois mostra que o sucesso não é espontâneo, é fruto de uma evolução a vários níveis. Muito bom!

  11. Avatar
    Fernanda Akemi 23/08/2019 at 14:09

    Gostei de saber um pouquinho sobre sua vida de blogueira e realmente muita coisa evoluiu nesse tempo todo. Eu comecei já tem um tempinho também e meu primeiro foi de artesanatos, só depois que passei para um literário. E amo muito tudo que faço. Adorei o post!!

  12. Avatar
    Stephany Caroline 23/08/2019 at 14:05

    Que legal conhecer um pouco mais da história do seu blog Erika, fico muito feliz por você, e que baita evolução durante esses anos, desejo sucesso.

  13. Avatar
    Maria Luiza Silva 23/08/2019 at 14:04

    Amei saber um pouco sobre a sua história como blogueira, por que só te acompanho há uns dois anos e não sabia de todo esse passado!

  14. Avatar
    Andrea Rodrigues 23/08/2019 at 14:04

    Não sei se influencio alguém, mas tenho dois blogs que cuido com carinho. Mas sou uma blogueira por hobby. E realmente dá trabalho.

  15. Avatar
    Caroline Santos 23/08/2019 at 14:03

    Eu tenho blog desde os 15 anos
    acho que mudou muita coisa desde que comecei, principalmente com a integração das redes sociais…
    Amo o que faço, e hoje é meu trabalho.

  16. Avatar
    Erica Reis 23/08/2019 at 14:02

    Engraçado como antigamente o começo era tão diferente e mais “puro” do que vemos hoje em dia 🙂 Eu não sou da época em que a internet era mata e as tops estavam começando, mas achei super legal e inspirador o seu relato. Parabéns por todo esse tempo de estrada 🙂

  17. Avatar
    Maísa Rodriguês 23/08/2019 at 14:01

    Acho q todo mundo fez umas cagadas no começo. Agora imagine eu que faço até hoje hehehe Depois de 4 anos de blog, ainda sinto que tenho muita coisa pra aprender.

  18. Avatar
    Patrícia Poltronieri 23/08/2019 at 13:59

    A minha maior dificuldade nesse mundo de blogueira com certeza são em relação as fotos, sempre fico supeeeer insegura enquanto a isso! Fora que ainda não tenho dinheiro para investir num theme, ou no domínio por enquanto, mas é algo que estou trabalhando.

  19. Avatar
    Patrícia Monteiro 23/08/2019 at 13:58

    Muito legal o seu relato, realmente manter um blog não é uma tarefa fácil e é preciso ter muita dedicação e foco. Mas quando se faz algo que gosta tudo fica mais fácil, não é? Obrigada por compartilhar sua experiência com a gente, abraços!

  20. Avatar
    Janaina Braga 23/08/2019 at 13:57

    As pessoas nem imaginam como é a real vida de blogueiro… Requer algum estudo e muita dedicação. Mas é um mundo nosso, individual de cada um. Depois que começa é difícil parar…

  21. Avatar
    Maria Rafaela 23/08/2019 at 13:56

    Ah comigo aconteceu praticamente a mesma coisa. Não sabia nada sobre como criar um bom conteúdo para a internet e foram 3 anos até chegar onde estou.
    Muito bom compartilhar um pouco de sua trajetória.

  22. Avatar
    Liv 22/07/2019 at 20:52

    Adorei a postagem! Realmente é mto difícil a gente conseguir um patamar de influencer, e é uma luta diária. Eu comecei por hobbie tem pouco tempo e estou gostando mto. Ver postagens e fotos dos outros sempre me incentivam a fazer um trabalho melhor e quando eu consigo eu fico mto feliz e orgulhosa de mim mesma, mesmo que meu alcance ainda seja pequeno. Sonho com parcerias, mas por enquanto vou curtindo as novas amizades!
    Abraço,
    Liv

  23. Avatar
    Luly Lage 21/07/2019 at 22:33

    A parte que eu mais amei desse seu relato foi quando você disse que tudo pode virar conteúdo porque me identifico DEMAIS com isso! Pra mim o legal de ter um blog é justamente transformar minha vida em algo que pode soar interessante e útil às outras pessoas… Porque é justamente isso que gosto de ver nos blogs de outras pessoas, também!
    Te conheci na era Quero Ser Alice, mas pensando bem… A gente tá aqui, “capinando” a internet há tanto tempo que já deve ter se cruzado até antes disso, né? E que continue por muito mais, enquanto for gostoso e fizer sentido, não importa quantas mudanças e adaptações a gente precise!

  24. Avatar
    Debora Sapphire 21/07/2019 at 17:41

    Sem palavras para descrever o quanto eu amei ler as informações que você compartilhou aqui com a gente, ou o quanto esse depoimento me emocionou e motivou! Meus parabéns pelo crescimento pessoal e evolução da blogueira, influenciadora e criadora de conteúdo que vive em você. Realmente, mais importante do que se dedicar a criar conteúdo, é criar bom conteúdo. Achei esse post inspirador para criadoras de conteúdo e blogueiras iniciantes que amam o mundo literário, assim como eu. Eu notei a evolução do meu blog, tanto na questão estética quanto do crescimento do público, desde a primeira criação que se chamava: Palavra Literária, Mulher de Letras rs’.😊 Eu sempre amei escrever, então o intuito do início era mais para me expressar mesmo. O melhor dessa evolução é que não é só no visual do blog em si, mas o nosso crescimento pessoal, tanto que muda todo o resto. Ainda tenho muito a evoluir e espero que o blog evolua cada vez mais também.

  25. Avatar
    Luana Souza 20/07/2019 at 03:18

    Que graça de post. Eu amei saber um pouco mais da sua trajetória… e eu só da época do Quero Ser Alice haha! Lembro com carinho dessa sua época, embora também ame quem você se tornou hoje. Suas fotos melhoraram demais, mas acho que, naquela época, essa edição “vintage” era o que todo mundo gostava (eu, inclusive). Nossa, comecei a lembrar como foi pra mim criar o meu blog, os nomes, os layouts, e tudo que el já teve *-* saudades!

  26. Avatar
    Hanna Carolina Lins de Paiva 19/07/2019 at 22:45

    Oi Erika, nossa, fui lendo teu post e fui me lembrando do meu próprio blog. E sou como vc. No começo não ligava muito para fotos, postava a primeira que via pela frente, sem nem me preocupar com direitos autorais (shame!). E como mudei de template! Kkkk Acho que hoje estou mais quieta com relação a troca de “roupa” do blog e passei a me preocupar mais com o conteúdo. E vejo as resenhas que fazia antes e as que faço hoje, assim como minhas fotos usadas nos posts. Nossa, como mudou, como amadureci com o tempo e isso se reflete até nos comentários recebidos. O que é bom, pois quer dizer que estou crescendo e “seguindo o caminho certo”.
    Bjks!

  27. Avatar
    Joana Darc 19/07/2019 at 18:49

    Oi
    Eu adorei 😊 realmente muitos acham que ter um blog é simples,mas nós trabalhamos é muito…

  28. Avatar
    Aruom Fenix 19/07/2019 at 14:19

    Adorei o post me identifiquei com muitas coisas, comecei o blog faz um ano mais ou menos e apenas agora estou vendo os frutos do trabalho, realmente nao é facil exige muita dedicação e disposição, mas eu sinto que realmente me encontrei fazendo o que faço sabe ? como se eu estivesse no caminho certo, eu sei que estrada nao sera facil mas vamos seguindo para ver o que vai dar S2

    bjs Aruom Fenix

  29. Avatar
    Laísa 17/07/2019 at 17:20

    Que nostalgia por ler esse seu post! Eu já fui blogueira há muito tempo, mas acabei abandonando para viver a “vida de gente grande” que todo mundo diz. E sabe, a vida de gente grande não é pra mim. Minha paixão é escrever e blogar – por isso, neste mês, voltei à escrever e criei um blog também. Eu lembro que já visitei o seu blog “Quero Ser Alice” algumas vezes, hehe.
    Realmente, a vida de blogueira não é fácil, principalmente para quem quer ganhar dinheiro com isso. Mas a persistência e força de vontade faz com que tudo seja muito bem recompensado no final.
    Parabéns pelo post – e pela evolução!

  30. Avatar
    Júlia Barroso 17/07/2019 at 16:42

    Ah é tão bom olharmos para trás e vermos a evolução. Sua evolução foi drástica menina. Espero chegar à esse nível.

    Também lembro no começo de outros blogs que tive, quando era bem novinha. Super engraçado, porque não fazia ideia do que estava fazendo.