7 de junho de 2021

Oi, como vocês estão? Muito frio na sua cidade? Aqui em Santa Catarina tem esfriado bastante, inclusive choveu vários dias. Tenho aproveitado para assistir algumas séries que estavam pendentes na minha lista. Uma delas é Made for Love, ficção científica baseada no livro homônimo da autora Alissa Nutting.

Quem acompanha o blog a mais tempo ou assiste os stories (@corujageek) sabe que constantemente indico produções que saem um pouco da minha zona de conforto. Amo suspense, thriller, histórias policiais, mas este ano decidi viver novas experiências. Já posso dizer que tem sido uma grata surpresa aprender tanta coisa diferente.

Made for Love
Made for Love

Made for Love conta a história do casal Hazel Green e Byron Gogol. Ele um importante empresário de tecnologia, ela uma esposa obediente. A série tem início quando numa festa para divulgar os novos projetos da empresa Byron conta aos convidados que seu novo chip está pronto para ser implantado em seres humanos. Detalhe: ele e Hazel serão os primeiros a experimentar essa nova tecnologia.

Qual seria sua reação se seu companheiro (a) quizesse instalar um chip para monitorar todos os seus pensamentos? Tristeza, alegria, raiva, chateação, sonhos, objetivos, tudinho. Basta pensar num lugar ou numa comida e sua vontade é realizada. E mais, há câmeras espalhadas por toda a casa e ele sabe exatamente como foi o seu dia. Em resumo não há mais segredos entre vocês. Surreal não?

Cristin Milioti
Cristin Milioti

Pois é, essa é a temática da nova série da HBO estrelada por ninguém menos que Cristin Milioti (How I Met Your Mother – seu papel de maior destaque). Apesar de ela já ter aparecido em produções como Palm Springs (2020), O Lobo de Wall Street (2013), Aves de Rapina (2020) e Black Mirror. Ao contrário de HIMYM, em que a personagem aparece em “segundo plano”, aqui toda a percepção que temos da série depende quase exclusivamente dela.

Descobri Made for Love ao acaso no final de semana e assisti todos os episódios no mesmo dia. Me chamou atenção uma série aparentemente curta abordar temas tão importantes como questão moral, quebra de confiança, relacionamento abusivo, família, tecnologia, e como tudo isso tem poder sobre nós. Trouxe alguns motivos pelos quais considerei a série importante e atual. Confira!

Made for Love
  • Relacionamento abusivo

Mesmo sem pesquisa é possível prever que grande parte das pessoas seria contra essa prática. Afinal estamos invandindo a privacidade do outro. Ultrapassando aquela linha invisível que delimita o espaço individual. Mas se é alguém que amamos, queremos ter ao nosso lado para sempre, desejamos o bem, esse pensamento pode mudar?

Byron acredita que ao implantar o chip no cérebro de sua esposa será capaz de conhecê-la tão bem que os problemas enfrentados por casais “normais” deixarão de existir. Ou seja, ele saberá suas comidas favoritas, os lugares para onde gostaria de viajar, quais seus sentimentos em relação ao marido, e assim poderia evitar discussões desnecessárias. Será?

Made for Love
Hazel e Byron

Quando vi o trailer logo perguntei ao meu namorado o que achava da ideia e ele me respondeu “não haveria mais diálogos?“. Esse questionamento ficou presente durante todos os episódios. Se alguém me vigia dia e noite, sabe se dormi, tomei banho, os livros que li, tudo o que pensei, o que sobraria para conversar? Como seríamos surpreendidos? Ou como faríamos uma surpresa se o outro nos lê 24 horas por dia?

Ainda nessa linha de pensamento podemos comparar o casamento de Hazel e Byron com relacionamentos existentes atualmente onde o marido controla as roupas que a esposa usa, não a deixa usar maquiagem ou sair com as amigas. Aqueles mais obssessivos ainda checam as redes sociais, querem saber com quem conversam, e até restringe o uso de internet.

Outro ponto a destacar é que em momento nenhum Hazel opinou sobre o implate do chip. Foi feito sem seu consentimento. Mais um indício de violação de privacidade. Torna-se uma questão moral.

HBO
  • Família

Relacionamentos entre pais e filhos costumam ser conturbados em algumas famílias, ainda mais quando as expectativas não são supridas de ambos os lados. Seja em relação a morar fora, fazer faculdade, escolher emprego, etc. Quando acontecem fatos inesperados, no entanto, é de se esperar que a família fique mais unida e busque atravessar esse momento juntos.

Made for Love traz um grande dilema. O que estamos dispostos a fazer para preservar aqueles que amamos? Vale a pena ir contra tudo o que acreditamos em nome da família? Abrir mão daquilo que queremos para o bem estar do próximo? Creio que esse questionamento seja um dos mais profundos apresentados pela série.

HBO Max
  • Luto

Falar sobre perda é delicado de diversas formas tanto para quem está passando pela situação quanto para quem busca ajudar. Nunca sabemos como as pessoas irão reagir e se elas estão à vontade com nossa presença. A mãe de Hazel morreu quando ela tinha 11 anos (isso não é spoiler) e mesmo já sendo adulta percebemos a diferença de como ela e o pai enfrentaram esse momento.

Ambos sofreram naquele momento e isso trouxe consequências para o presente. Mas o interessante é que a autora sobre mostrar as diferentes facetas de um mesmo momento entende? Somos seres humanos cada indivíduo tem seu próprio tempo para curar suas emoções.

Made for Love
  • Tecnologia

Esse foi um dos motivos que meu namorado mais gostou (é claro!). Ambos trabalhamos na área de TI mas ele é bem mais informado nesse quesito do que eu (risos). Quando o tema é tecnologia o que despertou nossa curiosidade foi o próprio chip. Como ele funciona com tanta precisão? Como ele lê a mente durante o dia inteiro? Surreal!

Além disso, tem a casa onde eles moram. É muito futurista. A ideia de que aquilo pode se tornar real mais cedo do que imaginamos faz com que a experiência da série seja ainda mais instigante. Há vários outros momentos em que Made for Love põe a tecnologia em foco. Então, se esse é um tema que você gosta já adiciona a série à sua lista.

Cristin Milioti
  • Episódios

Por último mas não menos importante a quantidade de episódios. Sei que hoje vivemos correndo e com pouco tempo para assistir aquilo que realmente importa. Fique tranquilo! Made for Love tem apenas 8 episódios. E o melhor de no máximo 35 minutos. Semelhante TBBT ou séries da Disney como Boa sorte, Charlie! Por isso consegui assistir tudo num único final de semana 😉

O que mais gosto em séries assim é a possibilidade de nos aprofundar nos temas abordados. Não precisamos nos preocupar que a série tenha 20 temporadas haha Podemos vê-la aos poucos aproveitando cada episódio.

Bom, esse foi o bate-papo de hoje. Sei que estou trazendo e/ou indicando várias séries da HBO mas é o canal que mais assisto depois do Mais Globosat. Inclusive tem algumas séries francesas para indicar se quiserem posso fazer um post indicando as que mais gostei ok?

Made for Love HBO

Agora me conta, conhecia Made for Love? Acompanha o trabalho da atriz Cristin Milioti? E quanto ao livro tem interesse em ler? Fica a sugestão caso não tenha ouvido falar 🙂

Leia também: Saiba tudo sobre Mare of Easttown nova série da HBO

Até o próximo post, Érika 💛

Nos acompanhe nas redes sociais
Facebook ♡ Instagram ♡ Twitter ♡ Pinterest

Erika Monteiro
Post escrito por Erika Monteiro

Descobri desde cedo quão incrível é o universo dos filmes, séries, livros e todo esse mundinho geek. Criei esse espaço para compartilhar experiências e trocar ideias.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Avatar

    CRIS

    16 de junho de 2021

    Oi Erika!
    Não tinha ouvido falar dessa série, mas gostei muito da temática e curiosa para conhecer os personagens e mais da trama. Que loucura um implante que fica sabendo de tudo o que pensa, é muito surreal e fantástico, obrigado pela dica, parabéns pelo post. Bjs!

  2. Avatar

    Pollyanna Campos

    16 de junho de 2021

    Olá, tudo bom?
    Tenho HBO aqui e não sabia sobre o lançamento dessa série, acredita? Achei a temática sensacional e já quero conferir em breve. Imagina só uma pessoa controlando tudo o que pensa, sente, sabendo o que você faz 24h por dia, tudo isso através de um chip?! Fiquei muito curiosa para saber como vai ser a dinâmica desse casal e onde a série vai nos levar. Adorei a dica! Beijos!

  3. Avatar

    Luna

    15 de junho de 2021

    Eu ainda não tinha ouvido falar dessa série, mas já me pareceu bem doida por conta do tal chip. Não consigo acreditar que esse marido de fato ame a esposa, uma vez que quer ter o controle até dos seus pensamentos. É algo tão abusivo e tóxico! Sinto compaixão pela esposa dele e raiva desse indivíduo.

    Não curto muito séries que envolvem tanta tecnologia e temas futuristas, por isso acredito que dificilmente assistirei. Mas fiquei curiosa sobre como prosseguirá esse casamento, se ela conseguirá (e se vai querer também, pois por amá-lo pode acabar aceitando esses absurdos) se libertar dele.

  4. Avatar

    Gisele

    15 de junho de 2021

    Olá, tudo bem ?
    Aqui em Sp também tem feito bastante frio, estou congelando rsrs.
    Tenho visto que a HBO tem vindo bem forte para querer brigar com os demais streamings.
    Te confesso, que não é um estilo que me atrai. Fiquei bem curiosa com essa questão do chip, muito embora seja algo bem maluco de se pensar como realidade. O elenco também me chamou bastante atenção.
    Beijos

  5. Avatar

    Letícia Guedes

    14 de junho de 2021

    Meu Deus, eu adoro essa atriz! Não sabia que ela estava nessa nova adaptação, achei tudo! Gostei muito da premissa, acho que essa forma de submissão não vai se provar tanto assim.

  6. Avatar

    Camille

    13 de junho de 2021

    Eu não conhecia essa série, mas parece ser super interessante, gosto dessa proposta de “evolução” da capacidade humana, mas imagino que essa invasão de privacidade seja terrível também! Adorei!

  7. Avatar

    Joyce

    13 de junho de 2021

    Nossa que resenha hein! Amei, muito bem detalhada. Tenho que assistir essa série. Essa atriz é linda demais, todo o elenco tá show de bola!

  8. Avatar

    Leticia Rodrigues

    13 de junho de 2021

    Que série interessante essa premissa é muito real eu consigo visualizar isso acontecendo na nossa realidade.

  9. Avatar

    Alice Martins

    13 de junho de 2021

    Olá Érika, tudo bem?

    Ainda não conhecia Made for Love, mas já fiquei com muita vontade de embarcar neste enredo, que tem tudo para me encantar. O fato de ser uma série curta também me agrada, pois como você bem colocou, não temos tanto tempo assim para assistir coisas grandes. Essa questão de não sabermos o que conversar quando o outro já sabe de tudo, é muito real. Creio que seria uma série que me faria levantar várias questões. Já anotei aqui e quero ver em breve. Arrasou na dica!

    Beijos!

  10. Avatar

    Patrícia Veludo

    12 de junho de 2021

    Confesso que Made for Love me parece bem pesado na medida em que ver alguém exposto desta maneira, como Hazel fica me deixa bem desconfortável. Os nossos pensamentos deviam ser única e exclusivamente nossos.

  11. Avatar

    Cultura Pocket

    12 de junho de 2021

    Oi Erika , tudo bem?
    Achei a premissa da série bem interessante, dar para ver que ela traz ótimas reflexões e é temas bem pontuais e atuais, adorei a dica e os questionamentos que podem ser feitos a partir do enredo. E gostei mais ainda por ser episódios curtos. Amei e já deixei salvo para ver.
    Abraços

  12. Avatar

    Isabel Gomes de Carvalho

    12 de junho de 2021

    Não conhecia a série, mas já me interessei principalmente por ser ficção e tendo comédia fica melhor ainda haha
    Beijos!

  13. Avatar

    Valéria

    11 de junho de 2021

    Com relação a parte tecnológica, certamente meu marido ia curtir essa obra. Ele tbm é de T.I.
    Eu fiquei curiosa em assitir a série. Realmente, é bem bizarro imaginar alguém sabendo tudo que acontece com sua mente o tempo inteiro. Eu não ia querer pra mim kkkkkkk como vc mencionou, e as surpresas do cotidiano? Os diálogos?

    Parabéns pela indicação.
    Tschüss

  14. Avatar

    Julianna Magdalena

    11 de junho de 2021

    Olá Erika!

    Eu te confesso que não vi a série ainda e também não li o livro, mas pelo elenco já fiquei tentada em devorar e descobrir o que me espera, eu adoro essas séries adaptadas. Beijos amei a dica!

  15. Avatar

    Miriam Tonon

    11 de junho de 2021

    Eita! Já quero assistir! Eu só vi a Cristin Miliot em Himym, e queria ver algo mais profundo com ela. Acho que aí está a minha chance. Obrigada pela dica! Beijos 🙂

  16. Avatar

    Joana Darc

    11 de junho de 2021

    Oi!!! Eu já vi o trailer desta série e achei bem interessante, estou bem curiosa para conferir esta mistura de comedia com ficção científica…

  17. Avatar

    Relíquias da Lara

    11 de junho de 2021

    Oi Érika, tudo bem? Eu fiquei aqui super instigada para assistir a série depois de ler a sua resenha. Eu ainda não conhecia e nem tinha ouvido falar sobre ela, mas fiquei interessada em assistir. Gosto muito desse tipo de série e pelo que você falou parece até lembrar um episódio de Black Mirror. E eu também gosto de séries que envolvem tecnologia. Vou colocar na minha lista para assistir em breve. 😀

  18. Avatar

    Bianca Ribeiro

    11 de junho de 2021

    Oi Érika!

    Aqui também tem chovido bastante e o tempo tá bem frio, mas eu amo temperaturas assim, eu fico até mais animada pra trabalhar HAHAHAHAH
    Eu não sabia da eistência desse livro, mas agora tô muito curiosa com isso! A série também parece ser muito incrivel, eu adorei os motivos que você separou, com toda certeza tá na minha lista de próximas séries.

  19. Avatar

    Ivi Campos

    11 de junho de 2021

    Assisti o primeiro episódio na época do lançamento e não funcionou pra mim. Esse tipo de humor me incomoda demais, por isso essa dica vou deixar passar.
    Beijos!!!

  20. Avatar

    Caroline Silva

    10 de junho de 2021

    Eu to cheia de series pra ver na minha listinha, gostei dessa sinopse, mais uma para a wish list haha 🙂

  21. Avatar

    cila

    10 de junho de 2021

    Oi Erika, tudo bem?
    Não conhecia a série, mas só pelas discussões que levantou já fiquei interessada e coloquei na minha lista. Chip? Não dá para aceitar sob nenhum argumento, em minha opinião. Isso não tem nada a ver com amor. É muito fácil falar isso. E sem o consentimento dela? Por que ele não coloca um chip também, para que ela também tenha acesso 24 horas sobre a vida dele, sobre o que ele pensa, o que sente, e o que faz? Já fiquei nervosa só em pensar sobre isso, risos.. Sua crítica ficou ótima!
    beijinhos.
    cila.

  22. Avatar

    Open Kloset By Karina

    10 de junho de 2021

    Olá Querida, Tudo bem?
    Amei a resenha, estou muito curiosa pra ver 🙂
    Muito Obrigada
    Bjs Karina

  23. Avatar

    Lucimar da Silva Moreira

    9 de junho de 2021

    Ainda não conhecia a série, mais a série é bastante interessante, fiquei bem interessada em ler o livro, anotado a sua sugestão bjs.