Um homem chamado Ove: filme com Tom Hanks ganha trailer

Oi gente, como vocês estão? Quem acompanha o blog a bastante tempo sabe o quanto sou fã de Fredik Backman, autor dos sucessos Minha avó pede desculpas, Britt-Marie esteve aqui, Gente Ansiosa, Bear Town, e claro Um homem chamado Ove.

Sobre Um homem chamado Ove

Um homem chamado Ove

O livro, publicado anteriormente pela Editora Alfaguara, conta a história de Ove, um sonhorzinho muito rabugento que mora num pequeno condomínio. Ele é mau humorado e age como se fosse o síndico do lugar, vigiando o que cada vizinho faz de “errado”. Estacionar em lugar proibido, deixar os bichinhos fazer xixi em qualquer canto, fazer muito barulho, jogar cigarro no chão, e muitas outras coisas. Agora, sua vida vai virar de pernas para o ar quando ganha novos vizinhos, uma família de imigrantes nada convencional e que tentará tirá-lo da zona de conforto.

Assim como, outros livros de Fredrik Backman, Um homem chamado Ove traz como protagonista personagens com mais idade, mais experiência de vida, e com muitos conflitos internos. No início talvez sintamos antipatia, mas conforme a história avança percebemos que por baixo daquela máscara de mau humor está um ser humano com muita bagagem de vida.

Uma característica que considerei importante é que o autor mescla passado e presente o que permite ao leitor perceber o que trouxe Ove até aquele momento. Porque ele é daquele jeito, como foi sua jornada desde criança, e sua admiração pelo pai.

O mais interessante é como o autor vai construindo o personagem ao longo dos anos. E todo aquele sentimento que tínhamos no início se transforma em empatia. O que muitas vezes acontece na vida real. Julgamos alguém sem conhecer, e quando nos aproximamos percebemos que não era nada daquilo que imaginávamos (sendo isso positivo ou negativo).

A adaptação sueca

Em Um homem chamado Ove nos envolvemos de tal maneira que torcemos por ele, pela sua felicidade, e que consiga encontrar o caminho de volta (sem mais spoilers).

A adaptação sueca foi lançada em 2016. Uma pena não ter sido muito divulgada no Brasil, uma vez que os streamings focam mais no cinema americano. Se você tiver curiosidade, o filme está disponível para assistir na Claro TV+ e na Apple TV+.

Versão sueca ♡

Vamos às novidades?

No final de 2022 a Editora Rocco anunciou o lançamento do livro Um homem chamado Ove, uma nova edição para comemorar a estreia de “O pior vizinho do mundo“, estrelado por ninguém menos do que Tom Hanks. O filme chega aos cinemas dia 02/02.

Quando assisti o filme original (versão sueca) consegui sentir a mesma atmosfera descrita pelo autor no livro. Já a versão americana traz um tom mais cômico à narrativa. Enquanto Rolf Lassgård (Ove) consegue transmitir o que sentimos ao ler outras obras de Fredrik, Tom Hanks (Otto), por outro lado, quis dar ao personagem seu toque especial, engraçado. Vamos aguardar!

Imagens do filme

Trailer Sony Pictures Entertainment

Sinopse: Otto Anderson (Tom Hanks) é um viúvo rabugento cuja única alegria provém de criticar e julgar os seus exasperados vizinhos. Quando uma energética jovem família torna-se a sua nova vizinha, Otto conhece a perspicaz e grávida Marisol, que demonstra estar à sua altura. Daqui nasce uma amizade que irá virar o mundo de Otto de cabeça para baixo.

Assista o trailer ♡

Agora me conta, conhece algum dos livros de Fredrik Backman? Tem curiosidade para ver Tom Hanks no papel de Otto? Deixe um comentário antes de ir 🙂

Até o próximo post, Érika ♡


Nos acompanhe nas redes sociais
Facebook ♡ Instagram ♡ Twitter ♡ PinterestTikTok

Posts Similares

8 Comentários

  1. Assisti o Um Homem Chamado Ove, no começo parece que vai ser chapinha mas terminei chorando. Muito bom, envolvente. Agora vou assistir o filme com Tom Hanks, vamos ver qual vai ser o veredito.

  2. Olá Érika, tudo bem?

    Já vi os livros, mas até hoje não tive a oportunidade de ler, mas tenho vontade, pois alguns são bem elogiados.
    Gosto do fato dessa história ter personagens mais maduros, visto que isso torna a experiência mais interessante. Fiquei curiosa pela adaptação.

    Beijos!

  3. Eu tinha visto um pedaço do trailer e depois até esqueci de terminar hehe. Parece interessante o filme. Já quero ver!

  4. Eu vi o filme original de 2016, é engraçado e triste ao mesmo tempo. Esse novo não me chamou a atenção. Mas ler o livro deve ser a melhor experiência!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *